Seychelles – Praslin

Neste post vamos detalhar nossos dias em Praslin, a primeira das três ilhas que visitamos em Seychelles após sairmos de Zanzibar.

Seychelles é um arquipélago de cerca de 150 ilhas mas as maiores e mais visitadas são Mahé, onde fica a capital Vitória, Praslin e La Digue. Vamos contar nossa experiência em cada uma delas em posts separados. Confira também nosso post com Dicas gerais e Roteiro de Seychelles

 


O Hotel


O hotel que escolhemos em Praslin foi o Chalets Coté Mer, avaliado como “Muito Bom” no booking.com. O apartamento era na verdade um chalé de dois andares, com dois quartos, cozinha, sala e varanda. Tinha geladeira, fogão, louças, armários, TV, ventilador, muito agradável e bem estruturado.

hotel-chalets-cote-mer-praslin-seychelles

Recepção do hotel Chalets Cote Mer em Praslin, Seychelles

 

Nosso Chalé no Hotel Chalets Cote Mer

Nosso Chalé no Hotel Chalets Cote Mer

Nosso Chalé no Hotel Chalets Cote Mer

O restaurante onde é servido o café tem uma linda vista da Baie Ste. Anne, de onde se pode ver os barcos chegando e saindo para as outras ilhas. As janelas são bem grandes, o local é bem arejado, mas o mais interessante eram as pequenas companhias que tínhamos: os passarinhos! Isso mesmo, eles estão bem acostumados aos humanos, e chegam bem perto, só não pousam na mesa enquanto você estiver lá. As funcionárias que atendem no café da manhã são super atenciosas e simpáticas.

Hotel Chalets Coté Mer – Praslin – Seychelles

A piscina do  hotel também tem um linda vista pois fica ao lado do restaurante, então dá pra ficar morgando olhando pro mar, assistindo ao movimento dos barcos, muito bom. A piscina é pequena mas bem agradável. Tem espreguiçadeiras embaixo de palhoças e fica próxima à recepção também, onde tem uma pequena biblioteca para curtir um boa leitura.

Piscina do Hotel Chalets Cote Mer

O hotel tem Wi-fi e funciona bem mas não é incluída no pacote, paga-se à parte.


Alugando carro


Em Praslin vale a pena alugar um carro. Essa é a segunda maior ilha do país, com uma área de 38 quilômetros quadrados, com acessos fáceis e várias estradas asfaltadas beirando a praia, onde você pode parar quando avistar um cenário digno de fotos (o que vai acontecer frequentemente, pode ter certeza rsrs). Então a melhor forma de conhecer a ilha é realmente alugando um carro. Você pode até pegar táxi ou ônibus mas vai pagar caro e perder muito tempo.

Nosso carro em Praslin da Adventure

Fizemos a pesquisa do aluguel de carro ainda em Zanzibar, então quando chegamos em Praslin já tínhamos agendado o recebimento do carro logo no dia seguinte pela manhã. Alugamos pela Aventure Car Hire, fizemos tudo por e-mail pois eles não têm site próprio (aventure@seychelles.net). Nós os descobrimos neste site que tem muitas informações e dicas sobre Seychelles: http://www.seychelles.travel/

Escolhemos essa locadora após uma boa pesquisa entre as opções de empresas da ilha. Esse foi a que apresentou o melhor preço da diária para um carro automático. Como em Seychelles a mão é inglesa e os carros são invertidos, decidimos escolher um com câmbio automático pra facilitar.


Os distritos de Praslin


A ilha tem dois “distritos” como eles chamam as duas áreas urbanas: Baie Ste. Anne e Grand`Anse. O nosso hotel ficava na Baie Ste. Anne, perto do Jetty onde se pega os barcos para as outras ilhas. Nesse distrito é onde tem o banco Barclays, um banco britânico que tem em vários lugares do mundo, onde é possível sacar dinheiro. Eles não compram reais brasileiros lá, apenas dólares, então, troquem os reais antes de embarcarem, ainda no Brasil.

Praslin – Seychelles

Praslin – Seychelles

O distrito de Grand`Anse parece um pouco melhor estruturado, tem uma igrejinha antiga lá, a Igreja de São Mateus, um pequeno shopping center (pequeno mesmo rsrsrs). Mas o que mais nos surpreendeu foi ter encontrado uma Whole Food Market por lá (um conhecido mercado de alimentos saudáveis americano)! Isso mesmo, não esperávamos encontrar, mas foi uma agradável surpresa pois o local era realmente agradável.

Whole Food em Praslin

Em seu interior há um café, onde você saboreia uma das opções de cafés que eles servem, ou um suco natural de laranja delicioso, lê um jornal local, numa temperatura agradável, lá fora um forte calor e dentro, o ar condicionado amenizando, e uma musiquinha de fundo. Enfim, muito agradável mesmo, recomendamos. é só seguir pela estrada que circunda a ilha, fica na estrada mesmo, na costa oeste, no distrito de Grand Anse.


1° dia > Chegando em Praslin


Chegamos em Seychelles pelo aeroporto da capital, Vitória, na ilha de Mahé, onde chegam todos os voos internacionais e de lá, embarcamos para Praslin num voo que durou cerca de 20 minutos.

Esse trecho Mahé – Praslin nós compramos pela própria Air Seychelles, pela internet, pesquisando no Google Flights (Veja nosso post sobre o  Google Fligts). Era um avião pequeno, de cerca de 15 passageiros, a hélice. Para quem tem medo de avião pequeno e a hélice, podemos garantir que foi muito tranquilo, não balançou, não pegamos mau tempo,  e o voo ainda foi à noite! Experiência interessante.

O aeroporto em Praslin é ainda menor que o de Vitória mas também bem limpo e arrumado. Fomos de táxi para o hotel. Dependendo do horário de chegada é interessante agendar previamente um transfer para o hotel.

Aeroporto de Praslin – Seychelles


2° dia > Costa leste


A ilha de Praslin é quase toda circundada por uma estrada asfaltada de mão dupla. A estrada é boa e, como a maior parte do tempo você anda à beira-mar, não tem muitas curvas apertadas, com subidas e descidas como tem em Mahé. Apenas um trecho tem essas partes mais sinuosas, que é o que liga a costa leste, em Baie Ste. Anne, à costa oeste em Grand`Anse, passando por dentro do Parque Nacional. Mas é bem tranquilo comparada com Mahé que é bem mais “emocionante” 🙂 🙂 🙂

Nessa primeira saída demos a volta na baía e fomos conhecer uma pequena prainha, como o próprio nome diz, Petit Anse, depois Anse Volbert, onde tem algumas lojinhas, uma sorveteria bem frequentada chamada Gelateria Côte D`Or. Prosseguindo até o fim desse trecho da estrada chega-se até um pequeno resort chamado Paradise Sun, avaliado como “Fabuloso” no Booking.com, fica a dica. Se for reservar use nosso link aí ao lado que dá acesso direto ao Booking.

Prosseguindo nosso trajeto, em uma das paradas encontramos uma pedra com o formato de golfinho. Nós já estávamos saindo da água quando olhamos para trás e visualizamos uma pedra que, por um desses acasos do destino, do lugar onde estávamos dava pra vislumbrar o formato perfeito de um golfinho. Vejam se não parece.

Praslin – Seychelles

Praslin – Seychelles

Marcamos aí no mapa pra facilitar a localização pra vocês. Gente, a localização é aproximada tá, observem que não tem nem um ponto de referência no mapa. 🙂 🙂 🙂

Local da pedra em formato de golfinho – Praslin – Seychelles

Esse folheto com o mapa vocês pegam logo na chegada no aeroporto de Vitória ou no de Praslin. Por isso que, embora a imagem não esteja muito boa, dá pra vocês terem uma ideia da localização quando tiverem o folheto em mãos. Ele tem os mapas das três ilhas, com vários pontos e dicas legais.

No fim da estrada, pela costa leste, chegamos em Anse Lazio. Essa é uma praia muito bonita, com águas calmas, areia branca, e é um ponto onde o rio se encontra com o mar, então criou-se um cenário lindo, confiram.

Anse Lazio – Praslin – Seychelles

Praslin – Seychelles

Praslin – Seychelles

Anse Lazio é a praia que fica no final da estrada que segue pela coste leste, não tem erro, é só seguir que a estrada termina lá.

Esse foi o ponto extremo de nosso passeio nesse  dia inteiro em Praslin.


3° Dia > Costa Oeste e Valeé de Mai


No terceiro dia fomos percorrer a costa Oeste da ilha, seguindo pela mesma estrada principal mas no sentido contrário. A ideia foi a mesma, ir parando onde achávamos algum lugar bonito, e assim fizemos, paramos bastante.

No distrito de Grand`Anse, logo na chegada tem a Igreja de São Mateus, simples mas vale a pena parar pra tirar umas fotos.

Igreja de São Mateus – Praslin – Seychelles

Ali perto tem também um monumento que mostra todos os atrativos da ilha e celebra a independência do país também.

Monumento Seychelles Independence

Praslin – Seychelles

Praslin – Seychelles

Em nosso planejamento da viagem, vimos que tem uma praia muito bonita, chamada Anse Georgette, cujo acesso se dá pelo Hotel Resort Lamuria, porém, infelizmente esse hotel se encontrava em reforma, por isso não estavam permitindo a passagem de ninguém.

Nosso almoço foi no restaurante Bonbon Plume, em Anse Lazio, onde estivemos no dia anterior. Ou seja, ao retornarmos de nossa tentativa frustada no Resort Lamuria tocamos direto para o restaurante.

Restaurante Bonbon Plume – Praslin – Seychelles

É um restaurante simples mas bem estruturado, mesas e cadeiras na areia, sob a sombra das árvores e uma grande palhoça. A comida é muito gostosa, apesar do preço não tão baixo, mas estava no “padrão Seychelles”.  O local é muito agradável, em meio aos coqueiros, na beira da praia, muito tranquilo, apenas o som do mar e dos pássaros. Vale a pena.

Restaurante Bonbon Plume – Praslin – Seychelles

À tarde, fomos visitar o Parque Valeé de Mai. O parque tem árvores e palmeiras centenárias que impressionam pelo tamanho das folhas. A impressão que tivemos ao andar pelas trilhas daquele lugar foi a de estar explorando o planeta como ele era a milhares de anos atrás, antes das primeiras civilizações, imaginando como ele seria antes do aparecimento do ser humano, com árvores enormes, de folhas também gigantescas. Aliás, muitos dizem ter sido ali o Jardim do Éden narrado na Bíblia. Vai saber. Por via das dúvidas fomos conhecer, vai que foi mesmo rsrsrs.

Entrada do Vallee de Mai Nature Reserve

Vallee de Mai Nature Reserve

É lá que se encontra o Coco de Mer, a maior castanha do mundo!! Essa castanha é famosa no mundo inteiro por ter o formato de um quadril feminino, todos tiram a tradicional foto com ela pois só tem lá em Seychelles 🙂 🙂 :). A entrada no parque é paga pois é uma área de proteção ambiental onde se encontram muitas espécies da fauna e flora chamadas endêmicas, ou seja, espécies que não existem em outros lugares do mundo, apenas ali, como o Papagaio Negro.

Coco De Mer – Maior Castanha

Há três trilhas dentro do parque, você pode fazê-las sozinho ou acompanhados por guias que são pagos à parte. Nós fizemos sozinhos mesmo, pois quando compra o ingresso você recebe um pequeno mapa com as trilhas e é muito fácil de percorrê-las, são bem sinalizadas. Durante o caminho tem várias placas com explicações sobre as espécies animais e vegetais que habitam o parque, com informações e curiosidades bem interessantes.

Vallee de Mai Nature Reserve

É um passeio que vale muito a pena, você perambular por aquele paraíso da fauna e flora perdido no meio do oceano Índico é realmente inesquecível.

Ao sairmos de Valeé de Mai ainda tentamos visitar Font Ferdinand, uma outra área natural para visitação, porém, quando chegamos lá tinha acabado de fechar, era por volta de 16:30.

Font Ferdinand

Essa tivemos que deixar para uma próxima, mas aqueles que puderem não deixem de visitar pois pelo que vimos em nossas pesquisas é muito legal, o pessoal elogia muito o lugar.

No dia seguinte, logo pela manhã pegamos o barco para La Digue.

Praslin – Seychelles

O trajeto foi bem tranquilo, em cerca de 15 minutos já estávamos aportando em La Digue, e vendo Praslin de longe. Sabíamos que havíamos deixado um paraíso para trás para logo descobrimos que desembarcávamos em outro. La Digue é uma jóia de Seychelles. Contamos tudo em outro post. Confiram.

Abaixo segue uma lista de alguns posts do blog que podem interessar você:

Seychelles – Dicas e Roteiro

La Digue – A terceira maior ilha de Seychelles

Zanzibar – Roteiro da nossa Viagem e O que fazer

San Andrés – Dicas de Viagem

Punta Cana

Ilhas Phi Phi – Tailândia

Gostou de nossas dicas e resolveu planejar sua viagem? Veja então algumas detalhes importantíssimos que vão ajudar na sua próxima viagem. Utilizando os links abaixo você estará nos ajudando a manter o blog ativo, pois recebemos uma pequena comissão, mas você não pagará nada a mais por isso.

O nosso blog tem parceria com o Booking para ajudar nossos leitores a encontrar de forma rápida e segura a melhor hospedagem, podendo fazer comparação de preços e podendo fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito em sua maioria. Faça sua reserva aqui.

Você não pode esquecer do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro utilizando nosso parceiro Real Seguro Viagem . Com ele é possível fazer cotação entre as melhores opções de seguros das principais seguradoras e escolher aquele que se encaixa no seu perfil de viajante.

 

 

 

Leia também:

You can leave a response, or trackback from your own site.

113 Responses to “Seychelles – Praslin”

  1. Milena Farias disse:

    Que lugar DELICIOSO e MARAVILHOSO!
    Amei todas as dicas e só de ler dá vontade de entrar em alguma cia para comprar as passagens, hahaha.

    Achei esse chalé fantástico. Muito gostosinho, já me imaginei perfeitamente nele, haha, bem do estilo que gosto e com uma piscina mara!

    E essa pedra com o formato de golfinho? Que coisa mais linda!

    Parabéns por mais esse post e fico feliz em você conhecer tantos lugares maravilhosos e nos dar tantas dicas preciosas.

    Beijos, Mi
    http://www.triicotando.com

  2. Dilma disse:

    Nossa que lugar lindo, achei as paisagens deslumbrantes! É um roteiro fora dos tradicionais, adorei! Achei esse chalé fantástico, deve ter sido uma delícia ficar hospedada alí. Eu não tinha ouvido falar do “Coco de Mer”, quando vi na sua foto fiquei pensando ué? O que é aquilo? hahaha

    • ViajanteMovel disse:

      Olá Dilma. Foi realmente uma delícia ficar hospedada lá. E o Coco de Mer realmente surpreende a gente. rsrsrs Imagine uma castanha daquele tamanho!! rsrs Obrigada pela visita e pelo comentário.

  3. Ana Flores disse:

    Que roteiro delícia! Achei o hotel uma gracinha! Parabéns pelo post, e pelas fotos (fiquei com invejinha boa!! hahah)

    • ViajanteMovel disse:

      Olá Ana. O hotel é realmente bem aconchegante, e esse roteiro foi o que melhor se encaixou pra gente. Que bom que gostou. Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

  4. Itamar Japa disse:

    Que maravilha de passeio! Adorei cada detalhe! Aquela pedra em forma de golfinho é natural? Ou foi esculpida!? Que show!

    • ViajanteMovel disse:

      Olá Itamar. Bem, a pedra nos parece bastante natural mas não dá pra ter certeza. De qualquer forma, não tínhamos ouvido falar ou lido nada sobre ela antes e também achamos que, feita pelo homem ou pela natureza, ficou show! rsrs Obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre.

  5. Que demais esse lugar! Quero um dia conhecer Seychelles, mas ainda não tinha lido nada específico sobre um determinado lugar de lá. Adorei suas fotos e seus relatos. Já foi pra minha lista! Beijos!

  6. Essa ilha Seychelles, é muito famosa aqui na Espanha tem muita gente que está indo pra lá, os brasileiros estão descobrindo esse lugar agora.

  7. que lugar maravilhoso, olha a cor desse azul que absurdo!!! eu pensei q fosse um pouco menor a ilha. achei demais essa castanha haueha

    • ViajanteMovel disse:

      Olá Angela, a ilha é a segunda maior do país, por isso um carro facilita os passeios. E vale a pena conhecer o Vallee de Mai e a maior castanha do mundo! rsrsrs Obrigada pela visita e pelo comentário.

  8. Nossa que lugar lindo.
    Não conhecia Zanzibar mas de uns tempos pra cá estou louca para conhecer.

  9. Diego Arena disse:

    Ual, adorei a dica do roteiro!
    O hotel me pareceu bem bacana !

    Obrigado por compartilhar!

  10. Que legal encontrar um post recheado de informações sobre Seychelles!! Até já dei uma espiadinha no site do Chalets Coté Mer pra ver se o bolso aguenta as tarifas.. hahaha

  11. Uau, post recheado de descobertas e curiosidades, que linda aquela pedra em forma de golfinho e que impressionante o Coco de Mer, um estímulo à imaginação de quem quer fazer fotos super criativas rsrsrsrs. Parabéns pelo lindo relato!

    • ViajanteMovel disse:

      O lugar é realmente um paraíso para quem gosta de criar por meio da fotografia Fábio. Que bom que gostou do posto. Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

  12. Ai!!! Que paraiso, quero muuuuuuuuuuuito conhecer! Seu post está ótimo!

    • ViajanteMovel disse:

      Que bom que gostou Isabela. Vá conhecer sim, verá que será um experiência inesquecível. Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre pra curtir as novidades.

  13. Karine disse:

    Olá! quais suas recomendações para dirigir em praslin? é indispensável a PID?

    • ViajanteMovel disse:

      Olá Karine. Nós desconhecemos a existência daquelas redes internacionais de aluguel de carro na ilha, por isso locamos com uma companhia local mesmo e eles não nos exigiram a PID. O processo foi bem simples e fácil, desde a retirada até a devolução do carro, pois por ser um lugar bem turístico não há complicações. O trânsito é muito tranquilo, aliás não há transito, são poucos os carros. A única recomendação que faríamos é simplesmente começar devagarinho pra se acostumar com a “mão inglesa” rsrs. Obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre.

  14. Que lugar fantástico!!!! e o chale um sonho muito aconchegante…quem sabe um dia….sonhar não custa nada!!! adorei o post!!!bjosss!!!

  15. Ana disse:

    Nossa que lugar magnifico! Eu nunca sai de SP, e confesso que o primeiro lugar que gostaria de visitar é o Pais de Gales, pois acho lindo demais. Mas vou colocar também esse lugarzinho esplendido na minha listinha de sonhos rs.

  16. Daiana Fant disse:

    Meu deus, eu sou apaixonada por chalé! Tô encantada com esse em que vocês ficaram, era com dois andares e tudo equipado ainda. Que sonhooO! Que bacana essas paisagens, vistas maravilhosas, essa ilha parece mesmo incrível. A piscina parece uma extensão do mar ou é impressão minha? Uma foto lá dentro seria show rsrs. Simplesmente adorei todos os passeios que vocês fizeram em todos os dias! Adorei ver a maior castanha do mundo, não conhecia. Que super interessante! Ver suas fotos, seus dias, o mapa, nossa, dá uma vontade imensa de quebrar o cofrinho, arrumar as malas e partir para curtir essa ilha incrível. Não só gostei, eu amei! Morrendo de vontade de tirar umas férias agora e com certeza vou considerar Praslin! Lugar parece incrível, parabéns pela oportunidade, pela viagem e muito obrigada por compartilhar conosco!

    • ViajanteMovel disse:

      Diana, o lugar é realmente incrível. A piscina é tipo borda infinita, por isso dá aquela impressão. Nós também não conhecíamos a maior castanha do mundo, foi muito legal. Obrigada pela visita e pelos comentários. Volte sempre.

  17. Helana Ohara disse:

    Que lugar lindo para visitar.
    Tenho que dizer que achei interessante pagar o wi-fi a parte…
    O chalé que ficaram é tão aconchegante que eu moraria fácil nele..
    Aliás acho que moraria nesse lugar incrível de qualquer forma. E olha que nem sou fã de praias hehehehe
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

  18. jac bagis disse:

    que lugar magnífico, adorei! Fiquei vontade de viajar agora mesmo, acredito que é o mais lindo de todos os lugares que já vi por fotos

  19. Que lugar lindo!!
    E fiquei apaixonada pelo chalé, que coisa mais linda.
    Adoro ver esses posts sobre viajem que minha lista de lugares para conhecer só aumentam.
    Beijos.

  20. Nerd Book's disse:

    Ryca é outra coisa, né non?!
    Arrasou nas fotos, no post, nos looks, nos carões!!
    Vllw pela dica.
    Sucesso!!

  21. VANESSA disse:

    Estou simplesmente encantada com esse post, com esse lugar, com a viagem. Primeiro obrigada por permitir que viajássemos um pouquinho com vocês e segundo amei as fotos.
    O hotel é simplesmente perfeito <3, se um dia eu conhecer esse lugar já sei o meu roteiro.
    Beijos.

  22. Meu Deus que lugar lindo é esse, nem imaginava que existia esse lugar, é um paraíso, muito bonito. Fiquei aqui viajando nas fotos, cada foto me levou pra esse lugar, como queria está aí também. Não tem nem palavras pra falar desse lugar fantástico, gostei muito da dica é um lugar que todos deveriam conhecer um dia, parabéns pelo post amando esse lugar, bjs.

  23. Como eu não tinha ouvido falar deste lugar antes? Que lugar magnífico!! Que paisagens são essas?? Nossa eu ia surtar num local desses! ia achar que estava em um sonho… muito bom a sua indicação principalmente pois além de mostrar os lugares lindos pra gente conhecer ainda indicou os hotéis que ficou e pela resenha deu pra saber os lugares melhores pra ir e quanto iremos gastar com uma viagem parecida. Obrigada pelas dicas!

  24. ual que lugar maravilhoso ai moraria ai para escrever meu livro, inspiração que não ia faltar ♥ rs amei é muito lindo as praias nossa divino

  25. Gabiss disse:

    Ai meu Deus acho que encontrei o paraíso tem como me mudar para ir e nunca mais sair meu Deus que lindo tô apaixonada se fosse uma pessoa casada sério Obrigado por sempre me mostrar os melhores lugares para viajar só falta um ano para viajar e claro mas um dia eu vou

  26. Lugares maravilhosos, sem exceção. Viajar é incrível, conhecer novas paisagens e pessoas. O chalé parece delicioso e realmente pesquisar pelo Booking é um ótimo negócio. Interessante a história que cerca o Parque Valeé sobre o Jardim do Éden. Muito bonito.

    http://www.atraentemente.com.br

  27. UAU, que cenário fascinante. Confesso que não tinha conhecimento sobre a existência desse lugar, mas já fiquei apaixonado pela ambientação e a rica natureza que ele possui.
    Também curti bastante o hotel onde você ficou, parece ser muito aconchegante.
    Uma pergunta: você recomenda o booking.com?

    Beijos

    • ViajanteMovel disse:

      Gustavo, vc tem razão, o lugar é mesmo apaixonante. O booking.com sempre foi nossa ferramenta de busca por hotéis em qualquer lugar do mundo, pois sempre valorizamos os comentários das pessoas que já se hospedaram nos hotéis que procuramos, esses comentários sempre deram certo para nós. Além disso o site permite procurar os hotéis por localização no mapa e fazer vários tipos de filtros, além de mandar alguma mensagem para o estabelecimento, caso vc precise. Por isso, recomendamos sim. Quando quiser fazer reserva lá, utilize o link na nossa página, vc não pagará nada a mais por isso e ainda nos ajuda. 🙂 Obrigada pela visita e pelo comentário. Beijos.

  28. Fabii Santo disse:

    Nossa, incrível, lindo e maravilhoso o lugar eu fiquei fascinada com a cor da água. Muito legal você ter explicado tudo direitinho o que aconteceu e pelas fotos da pra ver a lindeza do lugar. Eu ainda não tinha ouvido falar nesse lugar e com certeza fiquei com vontade de conhecer pessoalmente (um sonho e desejo). Muito top o post, bjs!

  29. Ed disse:

    Eu achei fantástico sua postagem. O lugar é simplesmente maravilhoso e o pior é que eu não fazia ideia da sua existência. Adoro esse tipo de post onde podemos conhecer lugares no mundo que não conhecíamos antes. Adorei a dica.
    Um grande abraço!

  30. Death Life disse:

    Que lugar incrível. Eu vi no mapa e a extensão territorial é curta mas só sabia isso sobre Seychelles.

  31. Priscila Sawa disse:

    QUE LUGAR MARAVILHOSOOOOO, só a cor dessa água me deixou apaixonada. Sério. Esse ano só tive tempo para ir até o Arraial do Cabo, no Rio, e ainda estava lotado de gente. Mas as férias estão chegando e adeus Brasil, preciso me afundar em outro país um pouco. Hahaha. Adorei as fotografias do lugar e choqay em saber que o Wifi não é incluso, muita maldade isso. Mas só pela vista eu esqueceria as trocentas redes sociais na hora, sério. Que lugar maravilhoso e amei tua opinião no post. Beijão.

    • ViajanteMovel disse:

      Priscila, o lugar é mesmo inesquecível, um desses paraísos na terra, uma excelente dica de país para se “afundar”rsrs. Obrigada pela visita e pelo comentário. Beijão.

  32. Alice Martins disse:

    Olá, tudo bem?

    Se estou babando na sua viagem? IMAGINA! O lugar parece ser simplesmente maravilhoso, as paisagens são de deixar o queixo caindo e a cor da água é uma das mais lindas que já vi. Não sou um das pessoas que curte muito uma praia e o sol, mas nesse lugar, ia adorar tudo. Adorei todas as dicas que ocê, tanto ao do hotel (que lindo o lugar que ficaram), o aluguel do carro e os outros lugares para visitar. Não posso deixar de comentar que as suas fotos ficaram lindas, fiquei encantada com a do “golfinho”. Ótimo post!

    Beijos

    • ViajanteMovel disse:

      Bom dia Alice. Que bom que gostou do post. Pode ter certeza que até quem não curte praia ia adorar esse lugar rsrs. Obrigada pela visita e pelo comentário. Beijos.

  33. maga rosa disse:

    Uma vista linda, águas calmas e suponho que de temperatura agradável, tal a localização da ilha. Contacto com a natureza, que por sinal parece bem interessante para dar uns belos passeios. Possibilidade de ficar na privacidade de um chalé… Só posso dizer que seriam umas férias de sonho! 🙂

    http://magarosa3.blogspot.pt/
    (Rosa Rosa)

    • ViajanteMovel disse:

      Oi Maga Rosa, vc está certa, a água é sim de uma temperatura muito agradável 🙂 E o contato com aquela natureza é inesquecível. Obrigada pela visita e pelo comentário.

  34. Aline disse:

    Que luxo!
    Amei o lugar, me deu vontade de conhecer!

  35. Karine disse:

    Bom dia querida!
    Estamos indo comemorar 10 anos de casamento neste paraiso inspirados por suas experiencias 🙂
    Chegaremos no aeroporto de Praslin as 22:35 e ficaremos no mesmo hotel (Chalets Cote Mer), acha que conseguimos dirigir até lá? Não vejo muitos relatos sobre a noite nas ilhas e estou receosa. Acha melhor ir de taxi?
    Grata pela atenção.

    • ViajanteMovel disse:

      Que legal Karine, parabéns pelos 10 anos e que venham muitos 10 anos mais pra vcs!!!! rsrsrs Como relatamos no post, nós fomos de táxi por ter sido a primeira vez na ilha. Certamente numa segunda vez já não teríamos preocupação alguma. O trajeto é bem tranquilo, praticamente não tem movimento na estrada, que é toda asfaltada. Como a ilha tem apenas duas áreas que são mais habitadas, do aeroporto até o hotel, passarão por alguns trechos sem muita iluminação, principalmente se forem pelo caminho que passa por Valee de Mai, que foi o caminho que o táxi fez conosco, pois é o mais curto para o hotel. Apenas lembrem que, caso nunca tenham dirigido um carro “estilo britânico” (motorista do lado direito) e na mão inglesa (trafegando do lado direito da estrada) vcs estarão fazendo isso pela primeira vez à noite. Mas não tenham pressa de chegar que dá tudo certo. rsrsrs E curtam aquele paraíso. Depois voltem aqui pra nos contar como foi. Boa viagem!!!!

  36. Igor Augusto disse:

    Sempre ouvi falar muito bem desse lugar pelas poucas pessoas que já foram. Agora, com o seu post e suas fotos maravilhosas, dá pra ter certeza que é excelente! Parabéns pelo post 🙂

  37. Jaqueline disse:

    Que post mara!! É o primeiro que vejo assim completinho de Seychelles! Gostei muito, parabéns!!

  38. Alexandre Nunes disse:

    Que show. É a primeira vez que vejo um post tão completo desse destino tão lindo. Gostei muito do hotel, acho que foi devido a piscina kkkkkk. Parabens e obrigado por tantas dicas. abraço

  39. Anna disse:

    Que sonho esse lugar!!! Comecei a pesquisar sobre Seychelles esse ano e já estou apaixonada por essa ilha fantástica! Esse ano programamos ir pra Mauritius e acho que Seychelles será o próximo destino. Obrigada pess dicas maravilhosas.

    • ViajanteMovel disse:

      Oi Ana, Mauritius também está na nossa lista. Quando forem voltem aqui pra nos contar como foi rsrs. Que bom que gostou do post. Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

  40. Manuela disse:

    Mesmo com dias nublados deu para perceber que Seychelles é linda demais!!! Ainda não tive a oportunidade de dirigir na mão inglesa, mas deve ser bem esquisito! Kkkk

    • ViajanteMovel disse:

      Verdade Manuela, Seychelles é um paraíso sob qualquer tempo rsrs. A mão inglesa é um pouco esquisito mas dá pra se adaptar rapidinho. Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

  41. Maria Carolina disse:

    Tenho visto bastante fotos de Zamzibar. É um lugar encantador. Suas fotos estão lindas e que post completo, ajuda bastante quem está programando uma visita…

  42. Mayara Rosa disse:

    Gente é tanto lugar lindo nesse mundo. A vista no café da manhã foi sensacional. De babar. E que loucura essa castanha gigante. Post super completo. Muito legal!

    • ViajanteMovel disse:

      Mayara, gostamos de tudo no café, a vista, o cardápio, a gentileza das funcionárias, tudo ótimo!! rsrs Viu a castanha, que de mais?!?! rsrs Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

  43. Wagner Nogueira disse:

    Meu, tem uns lugares no mundo que parecem que nao existe, ne? Fico impressionado com esses cenarios da Africa! Otimas dicas! Sempre bom ter detalhes para ajudar!

  44. Paulo Venoso disse:

    Que lugar incrível, uma ilha no meio do nada, até abri o Google maps para se ter uma ideia rsrs, essas praias são lindas essa água, essa castanha literalmente parece o quadril feminino haahah, fiquei curioso com esse “Jardim do Éden”, será mesmo verídica essa história? rsrs

    • ViajanteMovel disse:

      Você viu como é um paraíso perdido no meio do oceano Índico?! rsrs Não sabemos se a história do Jardim do Éden é verdade, mas que tem todo o potencial para ser, ah isso tem!! rsrs Obrigada pela visita e pelo comentário Paulo. Volte sempre.

  45. christine disse:

    Sempre quis visitar seychelles, mas agora ela entrou no roteiro com força total, quero muito, amei esse hotel, acordar com essa vista e um breakfast desses, o dia melhora uns 1000% , arrasaram no destino!!!

  46. Que lugar mais lindo!!! Fiquei encantada com o lugar, com esse post MEGA completo viajei sem sair do lugar.
    Além de toda beleza natural dos locais, amei também a hospedagem (fofa)

  47. Seychelles, que sonho!! Um paraíso mesmo, as fotos não negam!! E que linda Praslin! Amei a pedra de golfinho, hahaha! A cor da água aí é surreal demais..

  48. Não sei o que é mais bonito, o hotel ou toda essa vista que ele ta inserido!
    Que lugar incrível!!
    E eu pudia jurar que era um golfinho marrom rsrs

  49. LORENA BRITO disse:

    Nossa, esse lugar é o paraíso!!!! Amei aquela pedra que parece um golfinho.. quanto a hospedagem no Chalé, parece ser bem bacana mesmo, bem espaçoso e aquela piscina de borda infinita… maravilhoso!

  50. Fiquei aqui babando nas suas fotos e no seu relato e pensando: como eu nunca tinha pensado em Zanzibar? Que pedra linda em formato de golfinho… Imagino que a viagem tenha sido de aventura e descobertas.,,, Como vocês voaram até lá?

    bjs

    • ViajanteMovel disse:

      Oi Diana. De Zanzibar para Seychelles tem várias opcões de voos mas normalmente fazem escala em algum outro pais da África. Nós fomos pela South African Airlines por isso a escala foi em Joanesburgo. Mas tem outras companias, como a Ethyopian por exemplo, que faz escala em Nairobi. Nunca estivemos lá então preferimos a South African mesmo. Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

  51. Marlise disse:

    Nossa, que passeio maravilhoso. E a vista deste hotel? Um espetáculo. Tenho muita vontade de conhecer esta ilha, deve ser linda demais.

  52. Elaine disse:

    Anse Lazio foi minha favorita! Queria ter lido esse artigo antes de eu ir =/
    Eu nem sabia desse golfinho, adorei! E realmente, carro ajuda e muito por lá, se não rolar o ônibus é baratinho.

Deixe seu comentário

Powered by WordPress
error: Content is protected !!