La Digue, a terceira maior ilha de Seychelles

La Digue foi a segunda ilha que pernoitamos em nossa exploração de Seychelles. Em alguns blogs que pesquisamos várias pessoas disseram que o melhor mesmo era pernoitar, aqueles que fizeram apenas o passeio de um dia, saindo de Praslin, se arrependeram. Bem, com todos esses testemunhos decidimos realmente pernoitar em La Digue, então fizemos aquela divisão de roteiro que contamos no post Seychelles – Dicas e Roteiro de Viagem sobre dicas gerais de Seychelles, e reservamos duas noites para La Digue também. 

La Digue, a explêndida La Digue, é simplesmente inesquecível. Por ser uma ilha pequena, nem tem carros para alugar lá, você aluga é bicicleta mesmo. Ou anda a pé, o que também é muito agradável.

Outro motivo que torna a ilha inesquecível, lógico, é o visual das praias, mas uma em especial é de tirar o fôlego: Anse Source D’Argent, simplesmente a praia mais bonita do mundo segundo a National Geographic! Não há como descrever, apenas olhar e sentir o que é aquela areia branca, aquele mar cristalino, aquela paisagem de pedras, é de marcar para o resto da vida mesmo.

Caminhada em Anse Source d`Argent – La Digue – Seychelles


Onde ficar


O hotel em La Digue

Nós ficamos no Le Domaine de L’Orangeraie Resort and Spa, que fica próximo à extremidade norte da ilha e é simplesmente maravilhoso, o melhor dos três hotéis em que nos hospedamos em Seychelles. A parte em frente à recepção fica do outro lado da rua, uma rua estreitinha, só passa um carro (de golfe rsrsrs) de cada vez, quando passa, fica em frente ao mar, é onde ficam os dois restaurantes, os bares e a piscina. 

Quando for reservar hotel para sua viagem use nosso link  http://goo.gl/ZeoUxK  . Não pagará nada a mais por isto, porém nos ajudará a continuar mantendo o blog com dicas.

Refeições no hotel

O restaurante Le Combava é mais elitizado, onde até o “dress code”, ou seja, a vestimenta adequada para o local, à noite é mais restrito rsrsrs. Nesse as refeições são mais caras, mas foi onde almoçamos no dia da chegada para conhecer. O outro restaurante é o Santosha, onde é servido o café da manhã dos hóspedes, além de almoço e jantar e os preços são menos salgados. É onde eventualmente ocorrem festas também Em nossa primeira noite, por acaso, havia uma banda tocando umas músicas bem animadas. E o vocalista convidando o pessoal para ir pra pista mas sem muito sucesso. Bem, resolvemos dar uma mãozinha pra ele e, como bons brasileiros, puxamos a fila da pista e aí foi uma grande festa rsrsrs Foi muito legal mesmo. Esses restaurantes são abertos ao público, qualquer pessoa pode fazer as refeições lá.

Além dos restaurantes há dois bares, o bar molhado, na piscina, que se chama Infinity Pool Bar e o Alambic Bar. Essa área dos bares, restaurante e piscina é muito legal pois tem passeios ladeados por água, como se fossem passeios sobre uma grande piscina. Vejam que legal nessa foto:

 

Entrada do hotel que ficamos – Resort Le Domaine de L’Orangeraie Resort and Spa – La Digue – Seychelles

Um lugarzinho aconchegante para ler no Resort Le Domaine de L’Orangeraie Resort and Spa em La Digue – Seychelles

Piscina do Le Domaine L’Orangerie Resort and Spa – Seychelles

O quarto

A suíte em que ficamos foi algo inesquecível. A área dos quartos fica atrás da recepção, subindo uma encosta, entre as árvores, em alguns pontos bem íngrimes até, mas não se preocupem, eles levam e trazem os hóspedes o tempo todo nos carrinhos de golfe. Nosso apartamento era praticamente uma casa na árvore :):):). Tinha realmente duas árvores cujos troncos atravessavam o chão da varanda, por isso parecia que estávamos em cima das árvores rsrsrs.

Faxada da nossa suíte no Resort Le Domaine de L’Orangeraie Resort and Spa – La Digue – Seychelles

Era tudo muito confortável, limpo, organizado e bonito. A banheira e o chuveiro eram do lado de fora, mas protegidos da visão de outros chalés ao redor. Enfim, só vendo as fotos para ter uma ideia. Realmente adoramos o quarto.

Nossa suíte no Resort Le Domaine de L’Orangeraie Resort and Spa – La Digue – Seychelles

Banheiro da nossa suíte no Entrada Resort Le Domaine de L’Orangeraie Resort and Spa em La Digue – Seychelles

Varanda da nossa suíte no Resort Le Domaine de L’Orangeraie Resort and Spa – La Digue – Seychelles

Uma vantagem do nosso quarto era que ficava ao lado ao Spa. Não pudemos resistir a uma massagem relaxante rsrsrs. Foi realmente fantástico pois a cama da massagem ficava num local mais alto ainda, em frente a uma grande janela aberta, sem vidro, pela qual você aprecia a linda vista da ilha, lá do alto, enquanto é massageado. Impossível esquecer!! rsrsrs

Voltando à área em frente à recepção, ao lado dos restaurantes e da piscina tem aquelas camas debaixo de tendas, pra você relaxar ou tirar aquela soneca depois do almoço, além de redes. Impossível não se entregar ao descanso rsrsrs.

Praia-Le Domaine L’Orangerie Resort and Spa – Seychelles

Praia do Le Domaine L’Orangerie Resort and Spa – Seychelles

O Resort é realmente excelente, recomendamos a quem for pernoitar em La Digue, pois vale a pena.


Locomoção em La Digue


 

Em La Digue não precisa alugar carro, eles nem têm carros pra alugar lá. Ao invés disso, alugue uma bicicleta. A ilha é pequena, dá pra se locomover tranquilamente de bike, além de ser muito agradável rodar pela ilha sentindo a brisa no rosto e apreciando lugares lindos. O Le Domaine de L’Orangeraie tinha bicicletas para alugar mas alugamos na Tati’s Bicycle Rental por ser mais barato. Há vários serviços de aluguel de bicicletas pela área do comércio central da ilha, perto de onde fica o Le Domaine. É possível encontrar bicicletas normais, aro 16, 20, 24 e 26, além de bicicletas triciclo, para quem não sabe andar na normal (ou sabe mas não quer arriscar atropelar ninguém, como foi o caso rsrsrs) e bicicletas Tandem, aquelas para duas pessoas pedalando juntas.

Local onde alugamos nossas bikes em La Digue – Seychelles

Como a ilha é pequena, uma outra forma de explorá-la também é andar a pé mesmo. Para dar a volta completa seriam cerca de 13 quilômetros mas, como dissemos, no segundo dia não conseguimos sair do hotel pois choveu o dia inteiro. Então só exploramos no último dia mesmo pela manhã, já que nossa saída da ilha estava prevista para o final da tarde.

La Digue não é como Praslin, e muito menos como Mahé, pois não tem estradas para carros, embora tenha uma estradinha asfaltada, mas estreita, pois praticamente o que se vê por lá são carrinhos de golfe dos hotéis perambulando além de várias bicicletas, com moradores e turistas.

1° dia: Chegando em La Digue

Conforme contamos no post sobre Praslin, chegamos em La Digue de barco. Com o transfer previamente solicitado, a chegado ao hotel foi fácil. Como o check-in era só a partir das 14:00, fomos convidados e relaxar numa sala com ar-condicionado e saborear em delicioso “Welcome Drink”. Deixamos nossas malas lá mesmo, etiquetadas pela equipe de recepção enquanto já explorávamos os arredores do hotel. Muito prático. Tinha praticamente uma equipe inteira, de umas 5 pessoas nos recebendo. Gostamos da recepção. Deixamos as malas e saímos caminhando pela estradinha na direção norte que margeia a costa oeste da ilha. 

2° dia: curtindo a chuva no Hotel

Como dissemos, no segundo dia choveu o dia inteiro, mas chuva ininterrupta mesmo, o máximo que acontecia era enfraquecer um pouco mas logo depois voltava a ficar forte. Fomos então curtir um sofá na área do bar, e vários sucos de limão, muita leitura e TV rsrsrs. Foi o único dia de chuva que pegamos no arquipélago.

Comprando os bilhetes

Mais para o fim da tarde fomos comprar os bilhetes para o trajeto La Digue – Mahé. Ao chegar no guichê achamos que seria a mesma moleza de Praslin, mas a atendente exigiu os passaportes que, obviamente, havíamos deixado no quarto rsrsrs. Não teve jeito, tivemos que retornar ao hotel. Talvez essa exigência seja porque Mahé é a porta de saída do país. Eles devem já começar a rastrear o turista desde o ponto de partida para a eventualidade de algum problema. Vai saber.

Jetty – La Digue – Seychelles

O trajeto La Digue – Mahé

Queríamos pegar o último barco, que era às 17:00, para tentar aproveitar ao máximo do terceiro dia, já que o segundo foi perdido. O único detalhe é que esse das 17 não vai direto para Mahé, passa primeiro em Praslin, onde trocamos de barco. Então fizemos esse pequeno trajeto, de 15 minutos, e depois o trecho Praslin – Mahé, que dura cerca de uma hora. Esse trecho maior requer um pouco de atenção por conta dos enjoos pois balança bastante.

Nós já fizemos outras viagens de barco, então não enjoamos, mas seguimos uma regra que, pelo menos para nós funciona. Preferimos sempre sentar na janela, para poder ficar com uma ampla visão do exterior e evitar ficar olhando muito tempo para dentro do barco. Ficar no meio do barco e ver a janela de longe não funciona muito pra nós. Então aprendemos que o negócio é ficar na janela. Mas, como dissemos, é uma regra que funciona para nós, pois tinha gente que, mesmo na janela enjoou. Então, cada um deve descobrir o que dá certo para si. Fica a dica. Em último caso, pode pedir a ajuda dos tripulantes do barco e ir para o lado de fora um pouco, também ajuda.

3° dia: Anse Source d`Argent

No terceiro dia, agora sim com muito sol, fomos conhecer a praia Anse Source d`Argent. Alugamos duas bicicletas na Tati’s Bicycle Rental na área central da ilha e fomos curtindo a paisagem até lá. Muito gostoso pedalar na ruazinha estreitinha, sem movimento, sentindo a brisa do mar, entre as árvores, muito legal mesmo.

O Parque Estadual de La Digue – L`Union State Park

Para chegar à praia você entra pelo L`Union State Park, um parque de preservação ambiental, com plantações de baunilha e outras especiarias. Tem também a sede de uma antiga fazenda que havia ali há alguns séculos atrás. O visitante pode entrar na casa pra conhecer. No caminho, há também um antigo cemitério onde há uma placa informando sobre os primeiros colonizadores. Aqueles que praticamente fundaram La Digue estão enterrados lá. Não se preocupem, nada sinistro, vale para conhecer a história.

Uma das atrações mais legais é a criação das famosas Tartarugas Gigantes de Seychelles, também conhecidas como Tartarugas Gigantes de Aldabra. Elas vivem numa área protegida por uma mureta baixa, mas os turistas podem entrar, chegar perto, tocar nelas, alimentá-las e, claro, tirar fotos inesquecíveis. Os funcionários deixam várias folhas sobre a mureta justamente para os turistas alimentarem-nas. Muito legal e para as crianças então, uma experiência inesquecível, pois os “bichinhos” são realmente gigantes!!! :):):)

Alimentando uma Tartaruga Gigante em La Digue

A praia

A praia Anse Source D`Argent fica mais adiante dessa área de visitação do parque mas as pessoas chegam de bicicleta e a pé também. No início da praia tem uma área onde você deixa a bicicleta, uma espécie de estacionamento ao ar livre, sem cobrança adicional, e prossegue a pé.

A encantadora praia Anse Source d`Argent em La Digue – Seychelles

 

Nós dois curtindo a praia Anse Source d`Argent em La Digue – Seychelles

 

Não podia faltar a clássica foto boiando no praia Anse Source d`Argent em Seychelles

 

Praia Anse Source d`Argent

A praia é de tirar o fôlego, cenário de filme, águas cristalinas, onde se anda com água abaixo do joelho. O lugar tem lindas formações rochosas na beira da praia e dentro d`água, realmente inesquecível. Prova disso é que havia uma equipe de fotografia profissional com duas modelos tirando fotos naquele cenário lindíssimo. Caso queira sair do parque, sem problemas pois após pagar o ingresso pode sair e voltar no mesmo dia.

Relaxando na praia Anse Source d`Argent em La Digue – Seychelles

 

O Mar da praia Anse Source d`Argent em La Digue Seychelles

Passamos a manhã nesse lugar lindo e saímos por volta das 14:00 pois nosso barco partiria às 17:00 para Mahé. Como nosso checkout no hotel seria até às 10:00 da manhã, deixamos as malas na recepção e fomos curtir a praia.

O hotel oferece uma sala para os hóspedes que queiram se trocar na saída, com chuveiro e toalhas para o banho. Essa facilidade ajudou muito antes de nos trocarmos para embarcar no barco rumo a Mahé.

Era chegada a hora de nos despedirmos daquele paraíso na terra. Foi realmente inesquecível, é um daqueles lugares onde se deve ir ao menos uma vez na vida.

Abaixo seguem outros posts que talvez interessem a você:

Dicas gerais e Roteiro de Seychelles

Seychelles – Praslin

Zanzibar – Roteiro da nossa Viagem e O que fazer

 

Já pensou se no meio daquela maravilhosa viagem você tem um inesperado problema de saúde? Evite essa situação contratando um seguro viagem. Com nosso parceiro Real Seguro Viagem você economiza tempo e dinheiro . Lá você faz cotações entre as principais seguradoras e escolhe aquela que melhor atende suas necessidades.

 

La Digue em Seychelles

La Digue em Seychelles

 

Leia também:

You can leave a response, or trackback from your own site.

90 Responses to “La Digue, a terceira maior ilha de Seychelles”

  1. Que lugar!!! Até dia chuvoso vale! E aquele quarto casa na árvore? Choquei!

  2. Que trip incrível esta por Seychelles <3 Esta viagem ainda é um sonho para nós, adorei viajar com vocês por este post!

  3. Lugar paradisíaco, hotel fantástico! As crianças iriam adorar essas tartarugas, rs. Obrigada pelas dicas.

  4. Milena Farias disse:

    Amiga do céu, que lugar SENSACIONAL!
    Que ilha é essa pelo amor de Deus? Incrível demais. Não é a toa que é considerada a mais bonita (e olha que estou vendo apenas um pedacinho dela e pelo internet só, haha). Passou ótimos momentos lá né? Tá certaaaaaa! Hahaha

    Amei o hotel também, que delícia de lugar.

    Já fiquei me imaginando andando de bike pela ilha, que passeio maravilhoso!

    Como sempre, amei as dicas e fotinhos.

    Bjs, Mi
    http://www.triicotando.com

    • ViajanteMovel disse:

      Sim amiga, foram momentos inesquecíveis que passamos na ilha. O hotel era maravilhoso e o passeio de bicicleta em meio àquele paraíso nos faz sonhar até hoje. rsrs Obrigada pela visita. Bjs.

  5. Milena Farias disse:

    Sil, não sei se está com erro na página ou se não foi postado ainda, mas no link de Santa Catarina não está aparecendo nada, apenas um erro. Da uma olhadinha depois.

    Bjs, Mi

  6. Andrea disse:

    Que lugar incrível e com informações completissimas. Parabéns!!!

    • ViajanteMovel disse:

      Andrea, obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre para ver mais dicas. O lugar é realmente incrível. Não é à toa que dizem que o Jardim do Éden ficava em Seychelles. rsrs

  7. Meu Deus, que paraíso.
    Nunca havia ouvido falar de Seychelles…agora que ir para lá agora.

  8. Que paraísoooooo! Amei as dicas e as fotos! Lindo post! 🙂

  9. E tem gente que acha que precisa morrer pra ir pro paraíso, huahauahua!! Vai pra Seychelles 😀 que coisa linda, adorei o relato e as fotos. Ah, esse azul matador…

  10. Que paraíso! Fiquei me imaginando andado de bicicleta pela ilha e curtindo esse cenário de tirar o fôlego. Parabéns pelo post!

  11. Que lugar absolutamente maravilhoso. E só de saber que é uma ilha onde não circulam carros, já fiquei ainda mais empolgado para conhecer. As fotos estão lindas!

  12. Muito bom o roteiro, ainda não conhecia Seychelles.
    Fiquei encantada com as fotos, que paraiso! <3

  13. Que hotel, que praia, que lindas as tartarugas… q viagem!!!!

  14. Camba disse:

    nossa que lugar perfeito. eu quero

  15. Dayane disse:

    Nossa esse lugar é um sonho,lugares incríveis o hotel é maravilhoso. Amei!!

  16. Gabiss disse:

    Que lugar lindo meu Deus é o paraíso só pode quanta perfeição ente , já quero minhas próximas férias vou sem pensar suas vezes , to apaixonada 😍😍😍😍

  17. Bianca Aguiar disse:

    Meu Deus que lugar incrível! Eu sempre quis ir pra algum lugar tranquilo e exótico e esse parece ser perfeito *-* nossa, deve ser uma experiência inesquecível mesmo ♡ as fotografias estão incríveis!
    Beijos

  18. Daiana Fant disse:

    Meu deus do céu! Que lugar incrível e maravilhoso é esse gente, to embasbacada! Pretérita rsrs. Gente, extremamente bonito, parece muito agradável. E preciso confessar que adorei a ideia de levar e trazer os hóspedes com carrinho de golfe rsrsrs parece divertido! Eu apaixonei nessa paisagem e nos quartos e em tudo. Simplesmente incrível! Parabéns

  19. Adriana disse:

    Nossa, nunca nem tinha ouvido falar…que lugar maravilhoso…vai entrar na minha lista de desejos…bjs

    • ViajanteMovel disse:

      O arquipélago fica no oceano Índico Adriana, e é um dos paraísos que devem ser visitados por quem gosta de viajar. Obrigada pela visita e pelo comentário. Beijos.

  20. Olá! A ilha parece paradisiaca, é mesmo muito bonita. Adorei as dicas, quem me dera poder viajar lá um dia! Obrigado e parabéns!

  21. Minda Silva disse:

    E depois dizem que paraíso não existe …
    Que lugar fantástico é esse?
    Eu amei, é lindo demais, tudo, quarto, prais enfim … amei as dicas, se um dia eu puder com certeza vou visitar!
    Bjs (•‿•)

    • ViajanteMovel disse:

      Pois é Minda, acho que podemos dizer que conhecemos uma dos paraísos na Terra, pois o lugar é simplesmente maravilhoso! Obrigada pela visita e pelo comentário. Beijos.

  22. samanta disse:

    Parabéns pela oportunidade, essa é uma das ilhas que chamou atenção de Farwin pelos animais exóticos, essa é viagem para uma vida

  23. Milena disse:

    Que lugar maravilhoso!!! E essa água transparente? Meu deus, sonho <3

    Beijos ♡
    misinwonderland.blogspot.com

  24. Rafael disse:

    Legal, interessante o lugar, parabéns

    Beijos
    Rafael

  25. Anna Vlis disse:

    Uau que lugar incrível, eu nunca tinha ouvido falar, mas fiquei encantada. Deve ser incrível mesmo pedalar com uma vista dessas.

  26. Anne Schuler disse:

    É um lugar surreal de tao lindo!! Está anotado na minha lista para pernoitar, mas se fosse apenas por querer, eu passaria a semana na ilha. Realmente fiquei encantada com as fotos.
    O post está super completinho e voces me deixaram com muita vontade de ir!
    Bjss

  27. Kassia Gular disse:

    MEU DEUS!!!!
    Que lugar incrível, preciso conhecer URGENTE!
    Amei.
    Bjs ♥

  28. Ana Letícia disse:

    É tudo muito lindo, essa praia, esse quarto.. Tudo! Gostaria de passar uns dias num lugar desses.

  29. Giovana disse:

    Uaaau que lugar lindooo! E que tamanho de tartaruga. Aposto que essa viagem foi encantadora! Não deve ter muito como descrever a sensação de estar na praia mais linda do mundo!
    Beijos, Gi.
    http://girlsabout.blogspot.com.br

  30. Anna disse:

    Tô bobaaa com esse lugar!!! Não é à toa que a Praia mais bonita do mundo tá aí né? E eu sou apaixonada por lugares que da pra conhecer a pé ou de bike! Esse ano tô com viagem pra Ilhas Mauritius e lá tem um lugar onde tem algumas das tartarugas gigantes, já tô super ansiosa pra tirar foto com uma!!!!

    • ViajanteMovel disse:

      Que legal Ana!! Depois volte aqui pra nos contar como foi sua viagem às Mauritius, pois também pretendemos conhecer rsrs. Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

  31. Elaine disse:

    Que hotel incrível esse que você ficou!!! Ótima dica =)
    É tanta beleza nesse lugar né =) La Digue é uma delicinha, andar de bike por lá é super tranquilos e Anse Source D’Argent é realmente o paraíso!

  32. Jaqueline disse:

    Meu deus!!! Tô surtando com a beleza desse lugar! E a pousada?? Maravilhosa!!! Quero muito conhecer, obrigada por compartilhar esse pedacinho do paraíso

  33. Julia Salce disse:

    Minha nossa, que paraíso na terra é esse, meu Deusinho?
    Eu fico DOIDA com lugares magia assim… Já quero conhecer!
    Resort sensacional, natureza (parece de pedra essa tartaruga gigante rs), sol, mar azul turquesa, amor… não precisa de mais nada, só curtir e relaxar (e, claro, compartilhar para os amigos babarem rs.
    beijão

    • ViajanteMovel disse:

      Você disse tudo Julia, é um paraíso na terra. Quando voltamos de lá parecer termos acordado de um sonho rsrs. Obrigada pela visita e pelo comentário. Beijos.

  34. Aninha Lima disse:

    Que lugar delicioso, que Praia Linda!!! agora eu estou apaixonada por esse hotel. Foi muito caro?
    Amei as dicas de vocês. As Tartarugas gigantes são incríveis, uma obra da natureza, não é?

    • ViajanteMovel disse:

      Viu o tamanho das tartarugas Aninha? Nunca tínhamos visto. O lugar é um paraíso na terra, vale a pena visitar. Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

  35. Alexandre Nunes disse:

    Que lugar mais paradisíaco. Confesso que é o primeiro post que vejo sobre esse lugar tão lindo e ja me apaixonei. Muitas informações úteis para um bom planejamento. Valeu mesmo, abraço

  36. Manuela disse:

    Que viagem incrível foi essa!!!!! Também quero!!!! Praias perfeitas, hotel iradíssimo, visual alucinante… Muito maneiro!!! Já está na lista!

  37. LORENA BRITO disse:

    Sil, não sei o que me surpreendeu mais, as praias maravilhosas, a cor desse mar, o tamanho das tartarugas ou esse “básico” resort!!! Uma viagem incrível, com certeza! Um destino dos sonhos pra mim…

    • ViajanteMovel disse:

      Oi Lorena. É verdade, lá tudo é simplesmente encantador, voltamos como se acordássemos de um sonho rsrsrs. E já queremos voltar!!! Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

  38. Livia Melo disse:

    Seychelles é muito surreal! É cada praia linda! Essa La Digue já virou meu sonho de consumo, amei!!

    • ViajanteMovel disse:

      Nossa viagem pra esse lugar mágico começou assim Livia, virando sonho de consumo rsrs. Quando voltar de lá venha aqui nos contar como foi rsrs. Obrigada pela visita e pelo comentário.

  39. Mayara disse:

    Nossa que lugar bacana! Nunca havia ouvido falar! Que bacana as tartarugas gigantes, acho que teria medo de chegar perto kkk. Ilha paradisíaca, muito interessante.

    • ViajanteMovel disse:

      As tartarugas gigantes são lindas mesmo Mayara. E não precisa ter medo, é só correr que elas certamente não lhe alcançam rsrs Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

  40. Maria Carolina disse:

    Nossa… surreal este lugar. E com certeza mesmo com chuva e aquele hotel valeu a pena. Tudo muito lindo. Amei as dicas. Obrigada por compartilhar. Bjs

    • ViajanteMovel disse:

      Maria Carolina, vc tem razão, mesmo em dia chuvoso não dá pra deixar de se encantar com o lugar. Que bom que gostou do post. Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

  41. Meu deusooo, to chocada com esse lugar… é de verdade? hehhe.. não conhecia, achei marvilhoso, incrível e já coloquei na minha lista. Parabéns pelo post divo e as dicas ..bjsss

  42. Igor Augusto disse:

    Noooossa! Adorei as tartarugas gigantes! Acho que estaria disposto a visitar uma ilha no meio do nada no Oceano Índico só para vê-las! Ademais, há muito o que fazer de bom né? Ficaram numa hospedagem pra lá de luxuosa e aproveitaram bem uma água de uma cor única. Muito bom o post!

    • ViajanteMovel disse:

      Verdade Igor, só as tartarugas já valeriam a visita mas o lugar o todos paradisíaco. Não há como não se encantar. Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

  43. A ilha em si já é maravilhosa, ficar nesse hotel completou para ser uma viagem perfeita ne?? Que lugar espetacular!!

  44. Liany Garves disse:

    Menina, que fotos são essas? eu já tinha uma queda por esse lugar mas depois de ver tudo isso, ainda mais com esse hotel fantástico que vocês ficaram. É realmente encantador! Que experiência incrível você deve ter vivido!!

  45. Aline Pires disse:

    Gente, que paraíso!!!! Impossível não ficar de queixo caído com as fotos da praia, mas o quarto também nos faz suspirar. Nunca soube da especie dessas tartaruga

    • ViajanteMovel disse:

      Oi ALine. Nós já tínhamos ouvido falar das Tartarugas Gigantes de Seychelles mas nunca tínhamos visto ao vivo rsrs. Experiência inesquecível. Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

Deixe seu comentário

Powered by WordPress
error: Content is protected !!